“Isto não está para aventuras”

Segundo o site Mais Futebol, «António Paulo Santos,  membro da Comissão Fiscalizadora do Sporting revelou esta quarta-feira, num encontro com jornalistas que o Sporting tem neste momento “um défice de tesouraria no valor de 123 milhões de euros”. “Isso quer dizer que esse é o valor que o clube terá de fazer até ao final do ano», explicou, notando que esta é «a situação líquida do clube, com base nos relatórios já publicados”».

Leia o artigo completo aqui.

Ricciardi diz que nunca foi “presidente sombra” e alerta para situação financeira

“O candidato à presidência do Sporting José Maria Ricciardi desmente que tenha sido “um presidente sombra” nos últimos anos e alertou para as dificuldades de tesouraria que o clube pode enfrentar esta época.

“Nunca fui presidente sombra nem andei a dar ordens dentro do Sporting. São mitos que se criam. Resolvi avançar [com a candidatura], porque o Sporting está numa situação muito difícil. É resolúvel, mas está a subestimar-se a situação”, frisou Ricciardi, em entrevista à agência Lusa.

O banqueiro, de 63 anos, considera que os opositores nas eleições de sábado “ainda não se aperceberam da situação em que o clube se encontra”, apontando-lhes “inconsciência e imaturidade, que nada tem a ver com idade”.

“Estávamos à espera que aparecesse uma candidatura que desse garantias de experiência, de conhecimento, de saber lidar com investidores, maturidade e experiência de gestão, porque, hoje em dia, o Sporting é uma realidade empresarial. Achámos que as outras candidaturas não nos ofereciam isso”, referiu à Lusa.”

Leia o artigo na integra aqui.

capa_vota-fb